Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Boa noite Florínea, terça 22 de setembro de 2020

Notícias

Assistência Social - Quarta-feira, 03 de Junho de 2020



PROGRAMA ‘’FAMÍLIA ACOLHEDORA’’


PROGRAMA ‘’FAMÍLIA ACOLHEDORA’’ PROGRAMA ‘’FAMÍLIA ACOLHEDORA’’ PROGRAMA ‘’FAMÍLIA ACOLHEDORA’’
PROGRAMA ‘’FAMÍLIA ACOLHEDORA’’

A prefeitura de Florínea, através da Secretaria Municipal do Bem Estar Social, do Conselho Tutelar e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, informa que os interessados a participar do projeto social “Família Acolhedora” procure o Conselho Tutelar e a Secretaria do Bem Estar Social.

Trata-se de um programa de acolhimento provisório de crianças e adolescentes afastados do convívio da família de origem por meio de medida protetiva. Neste caso, as famílias cadastradas no programa são selecionadas para acolher em sua residência a criança ou adolescente por um período definido pela Justiça.

O programa independe das condições financeiras da família. Já que ela terá a garantia do recebimento mensal de uma bolsa auxílio no valor de um salário mínimo vigente. Vai receber ainda mais uma bolsa auxílio, no valor de um salário mínimo, pela criança ou adolescente acolhido, para que preste toda a assistência que se comprometeu no ato da assinatura do termo que adere ao programa.

A secretária do Bem Estar Social, Rosilene Ferreira Pinto, lembra que existem alguns critérios para aderir ao programa. Ela explica que as famílias vão receber em suas casas crianças ou adolescentes em situação de risco pessoal e social para lhes dar acolhida, amparo, aceitação, amor e a possibilidade de convivência familiar e comunitária. A família tem que ter disponibilidade de tempo; interesse em dedicar-se aos cuidados e proteção à criança ou adolescente acolhido.

“Os deveres da família consistem em prestar assistência material, moral, educacional e de saúde”, completa, lembrando que também “pode surgir situação de irmãos e para evitar a ruptura dos vínculos familiares, os dois devem ficar na mesma família, se for o caso”.

Essas famílias também têm que participar das capacitações e encontros propostos pela equipe técnica do serviço; receber a equipe técnica nas visitas domiciliares, mesmo que não sejam previamente agendadas, além de contribuir na preparação da criança ou do adolescente para o retorno à família de origem, sempre sob orientação técnica dos profissionais do serviço.

PARA PARTICIPAR

A família interessada deve procurar o Conselho Tutelar localizado na Rua José Alves de Lima, 650, Centro, em Florínea, das 8h às 17h. Elas devem apresentar (original ou cópia) da Carteira de Identidade do responsável; comprovação de inscrição no CPF (Cadastro de Pessoas Físicas); certidão de nascimento ou de casamento; comprovante de residência; certidão negativa de antecedentes criminais; atestado de sanidade física e mental ou avaliação psicológica; comprovante de rendimentos.

Maiores informações no Conselho Tutelar – Telefone (18) 3377-0646 ou 99794-7151.
comunicação | PMF

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

Telefones PúblicosTELEFONES PÚBLICOS
Prefeitura Municipal de Florínea
  • (18) 3377- 0620
Secretaria de Higiene e Saúde
  • (18) 3377-1119
Secretaria de Educação
  • (18) 3377-0647

Ver todos os telefones...

Florínea

Rua Livinio Cardoso de Oliveira, 699
Florínea - SP
Atendimento: 07:30 às 11:00 e das 12:30 às 17:00 horas

Website Desenvolvido porKing Page - Fábrica de Software